Desafio 2

/Desafio 2
Desafio 2 2018-05-25T13:35:04+00:00

DESAFIO 2 - Cidadania, PRESENTE!

Pedro Leopoldo / MG
SESI PEDRO LEOPOLDO

Ver perfil da equipe

QUESTÃO PRIORITÁRIA 1:

A prioridade 1 tem foco nas PESSOAS e na PAZ. “Estamos determinados a acabar com a pobreza e a fome, em todas as suas formas e dimensões, e garantir que todos os seres humanos possam realizar o seu potencial em dignidade e igualdade, em um ambiente saudável.” “Estamos determinados a promover sociedades pacíficas, justas e inclusivas que estão livres do medo e da violência. Não pode haver desenvolvimento sustentável sem paz e não há paz sem desenvolvimento sustentável.” Viver a solidariedade é indispensável para possibilitar que as práticas políticas recuperem a sua inteireza. A solidariedade, é um valor capaz de requalificar, permite reconstruir o esgarçado tecido da cidadania. É indispensável fazer referência, propor iniciativas e refletir sobre a solidariedade. A prática solidária define o princípio fundamental e inegociável da consideração para com o outro.


QUESTÃO PRIORITÁRIA 2:

A prioridade 2 tem foco no objetivo 5 - Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas. São inúmeros os programas e ações que visam o empoderamento feminino, tanto no Brasil quanto em nível internacional. Entretanto são programas e ações voltadas ao público de mulheres adultas, e se justificam para tentar diminuir as desigualdades de gênero e outros problemas sociais que colocam o sexo feminino em desvantagem, ainda nos dias atuais. Contudo, número de programas voltados para o empoderamento de meninas vem crescendo nos últimos anos, afirmando a importância do trabalho pela igualdade de gênero desde a infância. Programas de empoderamento feminino e de promoção de igualdade de gênero promovidos para/com crianças, permitirá que cresçam e se desenvolvam conhecendo os benefícios e os motivos de uma vida com menos desigualdades.

QUESTÃO PRIORITÁRIA 3:

A prioridade 3 tem foco no objetivo 4 - Assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos. Todos os alunos tem características, talentos e interesses únicos, cada um deles tem uma trajetória de vida singular, com diferentes condições sociais, emocionais, físicas e intelectuais, que não é atendida por escolas que usam métodos padronizados de ensino. Respeitar as diferentes formas e ritmos de aprendizagem em ambientes educacionais inclusivos, têm potencial para assegurar a participação de todos e ao mesmo tempo compreender as especificidades de cada um.


REALIZAÇÃO DO DEBATE COLETIVO:

Após identificados os pontos de interesse, preocupação, afinidade, motivação, etc., o grupo de alunos se reuniu e primeiramente debateu com o professor de Filosofia, José Ricardo, o tema CIDADANIA e ser CIDADÃO. Esse momento levantou inúmeras questões e dúvidas, apontou contradições e incoerências e permitiu chegar a um denominador comum que suscitou a urgente necessidade de se buscar uma ação voltada para as PESSOAS, mas não qualquer PESSOA, mas aquelas que hoje em nossa sociedade precisam de acolhimento, atenção e inclusão – OS REFUGIADOS que chegam em número cada vez crescente em nosso estado de Minas Gerais.